NOTÍCIAS PARA OS CINCO CONTINENTES

Canoas, 08 de dezembro de 2018.

ENVOLVIDO ATÉ O PESCOÇO

Até que prove ao contrário na justiça, Leandro Eugênio Becker, ex-vice-reitor da ULBRA, indiciado por crimes cometidos quando na administração da ULBRA, é suspeito de envolvimento nas irregularidades na saúde pública de Canoas através do GAMP.

Leandro Eugênio Becker, segundo funcionários da saúde de Canoas, é diretor de terceirizados do GAMP.

Em relação isto, diz João Lippert. É impossível que Leandro Eugênio Becker, como diretor de terceirizados do GAMP, não esteja envolvido nestes crimes.

Leandro Eugênio Becker, segundo Tirone Lemos Michelin, homem que sequestrou João Lippert em 1999, o mesmo foi um dos mandantes do sequestro. Leandro Eugênio Becker também está envolvido no pedido de perícia médica de João Lippert no Instituto Psiquiátrico Forense, no embargo e fechamento da Unidade de Ensino IESES Sapucaia do Sul com o juiz do trabalho na época André Reverbel Fernandes, e juntamente com a Universidade Feevale na destruição da Unidade de Ensino IESES Novo Hamburgo.

Clique aqui e veja as matérias do indiciamento de Leandro Eugênio Becker.

Clique aqui e leia o relato do sequestro de João Lippert.

Clique aqui e veja o laudo forense.

A Televisão TVS acompanhará o caso junto aos órgãos competentes.