NOTÍCIAS PARA OS CINCO CONTINENTES

Canoas, 06 de dezembro de 2018.

Em relação às irregularidades na gestão da saúde de Canoas com o GAMP, diz o repórter João Lippert.

“Em 2006, eu denunciei a ULBRA e seus reitores na época Ruben Eugen Becker, Leandro Eugênio Becker e Pedro Menegat, à Receita Federal por suspeita de crimes financeiros. Após investigações de cerca de dois anos da Receita Federal e Polícia Federal, tais reitores perderam sua universidade e foram indiciados por vários crimes como lavagem de dinheiro, sonegação fiscal, estelionato, corrupção e vários outros. Ruben Eugen Becker e sua filha Ana Becker Giacomazzi foram condenados em primeira instância por lavagem de dinheiro. Sabe-se que Leandro Eugênio Becker trabalha com o GAMP no Hospital Universitário em cargo de direção. Não estaria Leandro Eugênio Becker envolvido também nestes crimes? Leandro Eugênio Becker está envolvido no fechamento da Unidade de Ensino IESES Sapucaia do Sul e na destruição da Unidade de Ensino IESES Novo Hamburgo juntamente com a Universidade Feevale."



Link para a matéria original: G1


Link para a matéria original: CORREIO DO POVO


Link para a matéria original: JORNAL DO COMÉRCIO


Link para a matéria original: CORREIO DO POVO