NOTÍCIAS PARA OS CINCO CONTINENTES

PÁGINAS: 01 | 02

Canoas, 19 de julho de 2018.


Canoas, 17 de julho de 2018.


Canoas, 14 de julho de 2018.


Canoas, 12 de julho de 2018.


Canoas, 11 de julho de 2018.


Canoas, 05 de julho de 2018.
(Atualização em 07/07/2018)


Canoas, 03 de julho de 2018.


Canoas, 28 de junho de 2018.

CRIMES COMETIDOS POR ALGUNS JUÍZES DA PRIMEIRA INSTÂNCIA E EMPRESÁRIOS
QUE NINGUÉM FALA

JUIZ A.R.F.

O juiz do trabalho A.R.F. de Sapucaia do Sul, hoje desembargador do Tribunal Regional do Trabalho, que no ano de 1999 embargou e fechou a Unidade de Ensino IESES Sapucaia do Sul, é suspeito de ter feito acordos financeiros e de favores com os reitores da ULBRA na época, Ruben Eugen Becker, Leandro Eugênio Becker e Pedro Menegat.

O juiz do trabalho A.R.F. de Sapucaia do Sul, hoje desembargador do Tribunal Regional do Trabalho, que no ano de 1999 embargou e fechou a Unidade de Ensino IESES Sapucaia do Sul, é suspeito de ter feito acordos financeiros e de favores com os reitores da ULBRA na época.

Isto ocorreu após o Instituto IESES ter sido impedido de implantar a Universidade IESES em Glorinha, através de uma suposta venda, da noite para o dia, da área de terra destinada ao IESES a um dos diretores do Jornal Correio do Povo em 1998. Posterior ao embargo da Unidade de Ensino IESES Sapucaia do Sul, a Unidade de Ensino IESES Novo Hamburgo foi totalmente destruída e saqueada.

A.R.F. é suspeito de ter recebido propina para embargar e fechar a escola em Sapucaia do Sul e promoções no cargo, tornando-se em 2001, o titular da 5ª Vara do Trabalho em Porto Alegre, atuando como juiz convocado no Tribunal Regional do Trabalho, e em 2013, tornando-se desembargador no mesmo Tribunal.

Devido seu status de desembargador, A.R.F. hoje é suspeito de também ter influenciado de alguma forma, os três desembargadores do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, R.G.L., J.C.F. e N.B.L., que mantiveram a sentença de primeira instância no processo em relação à denúncia de extorsão mediante sequestro que sofreu o repórter João Lippert em 23 de janeiro de 1999. Crime executado por Tirone Lemos Michelin, que apontou no ato do sequestro, os reitores da ULBRA na época, como mandantes do crime.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

EX-JUIZ FÁBIO KOFF JÚNIOR

Fábio Koff Júnior, juiz aposentado, quando atuava como juiz titular da 1ª Vara Cível do Foro de Canoas, ameaçou o repórter João Lippert via telefone, usando para tal o telefone do Foro de Canoas. Após cometer crime e abuso de autoridade, o juiz, em visto em gabinete oficial, insinuou que João Lippert sofria moléstia mental (veja o visto), por ter denunciado o juiz à Corregedoria Geral da Justiça pela ligação feita (veja a denúncia). Nem a Corregedoria Geral da Justiça nem o Conselho Nacional de Justiça puniram Fábio Koff Júnior, e a fatura telefônica do Foro de Canoas do mês de outubro de 2006, que prova a ligação feita, nunca aparece.

As autoridades se negam a requererem e apresentarem a fatura. Em processo criminal contra o hoje juiz aposentado, movido pelo repórter João Lippert, aconteceu o mesmo. A fatura não foi requerida pelo magistrado J.L.J.S., para comprovar o crime e o processo foi simplesmente arquivado, negando-se ainda o magistrado julgador J.L.J.S., que a apelação do repórter João Lippert fosse remetida à instância superior, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul.

Cabe salientar que o juiz J.L.J.S., que passou por cima da lei para livrar Fábio Koff Júnior de responder pelo crime cometido quando juiz, também foi representado à Corregedoria Geral da Justiça. Porém, da mesma forma que todas as reclamações feitas pelo repórter João Lippert, a denúncia foi arquivada.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

JUÍZA M.M.G.

A juíza criminal do Foro de Canoas, M.M.G., em sala de audiência com os repórteres João Lippert e Bruna Dartora, na presença de funcionários do Foro de Canoas e da parte contrária no processo, a juíza afirmou que as todas reclamações feitas por João Lippert às Corregedorias eram infundadas.

A juíza havia sido denunciada à Corregedoria Geral da Justiça por suspeita de imparcialidade em processo criminal, no qual acionistas da Televisão TVS eram vítimas.

A parte contrária em questão na audiência, era a pessoa que mandou seu genro invadir a atual sede da Televisão TVS e ameaçar o repórter João Lippert e equipe. Em relação à invasão e ameaça, tramita processo criminal.

Agindo desta forma, a juíza M.M.G., chamou de infundada não somente à denúncia contra a mesma na Corregedoria, mas sim toda e qualquer reclamação feita pelo repórter João Lippert. Um ato gravíssimo e incabível cometido pela magistrada.

Medidas legais estão sendo tomadas na justiça, com base nas palavras da magistrada e com base na prova material, que é a gravação de voz da audiência em questão.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

JUÍZA P.P.K.T.

A juíza criminal do Foro de Canoas, P.P.K.T., procedeu com três condenações injustas contra o repórter João Lippert, em processos instaurados pelo Ministério Público Estadual, acusando João Lippert de denunciação caluniosa. Ao longo dos três processos, o Ministério Público não provou que as denúncias eram caluniosas, justamente porque as denúncias feitas pelo repórter João Lippert sequer foram de fato investigadas, mas mesma assim a magistrada procedeu com as sentenças absurdas.

A juíza P.P.K.T., após a primeira sentença condenatória, foi denunciada pelo repórter João Lippert à Corregedoria Geral da Justiça por suspeita de venda de sentença, e apesar disto não se afastou dos demais processos envolvendo João Lippert.

Sabe-se que quando um magistrado é denunciado, mesmo que a denúncia seja arquivada, o magistrado deve se afastar de qualquer processo que envolve a pessoa que o denunciou, segundo informações de uma juíza criminal.


Canoas, 27 de junho de 2018.

RITUAL MEDIÚNICO COM A ENTIDADE 13º

Quem desejar participar do ritual mediúnico, pode o fazer em sua própria casa em qualquer parte do mundo, acompanhando o ritual mediúnico em vídeo e será bem-vindo(a).

Para você participar, você deve colocar um copo ou taça transparente de vidro ou plástico com água ou vinho tinto até a metade ou cheio em um local seguro e acender junto à taça ou copo uma vela branca, vermelha ou preta, ou as três se você tiver. Você deve escolher um número de taça ou copo do vidro que aparece no vídeo do Ritual Mediúnico e você deve mentalizar o que você almeja com o ritual, para o bem, para ter saúde, progresso, fortuna, paz na vida. O resultado do ritual é definido pelo pensamento e fé de cada pessoa.

Você deve repetir esta mentalização com o mesmo procedimento, por treze vezes em dias diferentes à sua escolha, mentalizando na mesma taça ou copo que você escolheu na primeira vez. A mentalização pode ser realizada por uma única pessoa ou por um grupo de pessoas no local que as mesmas entenderem ser melhor, que pode ser em casa, no trabalho ou em seu templo religioso se o tiver. Cada pessoa com seu pensamento e sua escolha individual.

Não existe custo a ser pago para a Entidade 13º ou para a Televisão TVS. A participação de cada pessoa é totalmente gratuita. Porém, se você desejar de bom grado, após cada uma das treze mentalizações com o vídeo que você fizer, você pode adquirir um quilo de alimento não perecível e doar para alguma pessoa carente ou alguma instituição que cuide de pessoas carente ou um quilo de ração para alguma instituição que cuide de animais abandonados.



Canoas, 25 de junho de 2018.




Canoas, 24 de junho de 2018.




Canoas, 22 de junho de 2018.

“Me deram um bolo e derem um bolo nos internautas. Decisão do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul não foi publicada hoje, 22/06/2018, pela justiça. Portanto, somente segunda-feira, ou terça, ou quarta... Alguns dos senhores da justiça, com seus atos, serão famosos no mundo. Dêem um recado ao ex-juiz Fábio Koff Júnior. Digam para que o mesmo seja homem e requeira a segunda via da fatura telefônica do Foro de Canoas do mês de outubro de 2006.”

- Repórter João Lippert




Canoas, 21 de junho de 2018.




Canoas, 20 de junho de 2018.

NOTÍCIA EXTRAORDINÁRIA

O repórter cinematográfico João Lippert, médium de crença espírita, músico, pesquisador universitário nas áreas humana e veterinária, diretor geral do IESES - Instituto Educacional Sagrado Espírito Santo, presidente da Fundação & Mantenedora TESES - Templo Ecumênico Sagrado Espírito Santo presidente da TVS - A Televisão Sobrenatural Brasil, foi indevidamente e injustamente condenado em primeira instância pela juíza P.P.K.T., por ter denunciado a Farmácia de Manipulação Rosa Mosqueta por suspeita de uso de matéria-prima vencida. Apelado da sentença, João Lippert foi absolvido por unanimidade pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul.

Mesmo denunciada à Corregedoria Geral da Justiça por suspeita de venda de senteça, a mesma juíza condenou o repórter João Lippert em outros dois processos.

Um deles por ter denunciado o crime de extorsão mediante sequestro que sofreu em 23 de janeiro de 1999. Crime cometido por Tirone Lemos Michelin, que apontou no ato do crime como mandantes, os na época reitores da ULBRA, Ruben Eugen Becker, Leandro Eugênio Becker e Pedro Menegat.

O outro processo por ter denunciado a suspeita de um possível atentado à vida do na época candidato a prefeito de Canoas, Jurandir Maciel.

Apelado das sentenças, estes outros dois processos também serão julgados pelos Desembargadores no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul. Um dos julgamento já está marcado para o dia 21 de junho de 2018.

A Televisão TVS acompanhará e divulgará na íntegra o resultado do julgamento.

Acompanhe no vídeo a seguir, o relato da extorsão mediante sequestro que sofreu o repórter João Lippert.


Canoas, 14 de junho de 2018.


Canoas, 13 de junho de 2018.


Canoas, 13 de junho de 2018.

TORNADO E FORTE TEMPESTADE ATINGEM O RIO GRANDE DO SUL


Canoas, 12 de junho de 2018.

VULCÃO KILAUEA CAUSA DESTRUIÇÃO NO HAVAÍ


Canoas, 10 de junho de 2018.

VULCÃO DE FOGO CAUSA DESTRUIÇÃO NA GUATEMALA


Canoas, 01 de junho de 2018.


Canoas, 28 de maio de 2018.


Canoas, 26 de maio de 2018.


Canoas, 22 de maio de 2018.


Canoas, 12 de maio de 2018.


Canoas, 11 de maio de 2018.


Canoas, 08 de maio de 2018.


Canoas, 06 de maio de 2018.


Canoas, 04 de maio de 2018.


Canoas, 01 de maio de 2018.


Canoas, 26 de abril de 2018.


Canoas, 24 de abril de 2018.


Canoas, 20 de abril de 2018.


Canoas, 18 de abril de 2018.


Canoas, 17 de abril de 2018.


Canoas, 15 de abril de 2018.


Canoas, 13 de abril de 2018.


Canoas, 11 de abril de 2018.


Canoas, 08 de abril de 2018.


Canoas, 05 de abril de 2018.


Canoas, 31 de março de 2018.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Televisão TVS vem por meio desta nota de esclarecimento nesta data, 31 de março de 2018, informar a todos os internautas que nos acompanham, que todas as notícias e imagens em relação às pessoas, empresas e autoridades que tanto prejudicaram, moral e financeiramente, o repórter cinematográfico e presidente da Televisão TVS João Lippert, pessoas, empresas e autoridades que são até mesmo suspeitas de conivência com o crime de extorsão mediante sequestro sofrido por João Lippert em 23 de janeiro de 1999, tais notícias foram retiradas do site da Televisão TVS, não por determinação judicial, mas por decisão de sua presidência e diretoria, que agora quer focar em novos projetos e vídeos, como é o caso da EAB - Estufa de Aceleração Biológica e o Projeto Terra Nova.

Porém, em relação a todos os crimes cometido contra o repórter João Lippert, tais pessoas, empresas e autoridades continuarão a responder por seus atos na justiça e serão informados das decisões da justiça através de seus advogados e oficiais de justiça, quando forem intimados.

Entretanto, eventualmente, notícias extraordinárias a respeito destes casos poderão ser noticiadas ao público, através do Programa TVS Notícias em nosso canal no Youtube.

PÁGINAS: 01 | 02