NOTÍCIAS PARA OS CINCO CONTINENTES


23 de outubro de 2020

DENÚNCIA: Comércio de veneno da abelha, do veneno de escorpiões, de sapos, de aranhas e de cobras para assassinar animais e pessoas, através de munições para armas à gás.

Armas à gás (Co2) são liberadas pelo Exército Brasileiro. Porém, o que era para ser uma forma de proteção, é convertida por criminosos e pessoas de má índole, em uma forma perigosa de cometer crimes.

Se um animal receber um tiro dessas armas à gás com munição envenenada, poderá morrer em 72 horas.

EDITANDO VÍDEO



01 de outubro de 2020

MUNIÇÕES ENVENENADAS PODEM ESTAR SENDO USADAS EM ARMAS À GÁS DE CO2 POR PESSOAS MAL INTECIONADAS

Repórter e presidente da Televisão TVS, esclarece e apresenta vídeo sobre os calibres autorizados pelo Exército Brasileiro.

No Brasil, pessoas mal intencionadas, podem estar usando munições envenenadas em armas à gás.

Armas de CO2 com munição envenenada por pessoas mal intencionadas, podem estar matando animais de rua e animais domésticos como cães, gatos, aves e outros, além de poderem estar sendo usadas para destruírem patrimônio público, privado e para ferirem pessoas, podendo as mesmas até mesmo irem à óbito.



10 de setembro de 2020

NÃO DEIXE SEU ANIMAL DE ESTIMAÇÃO BRINCAR COM GARRAFA PET

Donos de animais de estimação que têm o hábito de deixar garrafas pet ou qualquer tipo de vasilhame de plástico para que o animal se distraia brincando, arrastando pelo pátio e mordendo, prestem atenção: este hábito pode estar matando dezenas de animais de estimação no Brasil e no mundo. Vejam só: cada vez que o animal morde a garrafa plástica, na mordida libera minúsculas partículas de plástico, que podem ser chamadas de farpas plásticas. Estas minúsculas farpas de plástico podem cravam-se na garganta do animal, no estômago e intestinos e com o tempo infeccionam, podendo causar até mesmo a morte do animal. Quando isso acontece, pode ser entendido por veterinários como parvo virose ou outras doenças em razão da tosse do animal. Por isso, aconselha-se a não deixarem seus animais de estimação brincando com garrafas de plástico ou lâminas de plástico. Dê ao seu animal de estimação apenas brinquedos próprios.



12 de agosto de 2020

VACINA À BASE DE APITOXINA

O técnico em laboratório e apicultor João Lippert ingressará na Anvisa, em caráter de urgência, com pedido de autorização para a vacina contra a Covid-19, à base de apitoxina (nome científico do veneno da abelha).



25 de julho de 2020

NUVEM DE GAFANHOTOS AMEAÇA A AGRICULTURA NO RIO GRANDE DO SUL

A ULBRA - Universidade Luterana do Brasil mantém retido o equipamento de propriedade de João Lippert: Exterminador de Pragas tipo Gafanhotos e outros insetos que atacam as lavouras. Equipamento projeto e desenvolvido por João Lippert, que é pesquisador nas áreas humana e veterinária, técnico em laboratório, técnico em eletrônica e técnico em apicultura.


A ULBRA mantém o equipamento retido desde 1998, quando ao sair da ULBRA, João Lippert passou a administrar o IESES - Instituto Educacional Sagrado Espírito Santo. Desde 1998 já passaram três reitorias na universidade e todas elas se negaram em devolver o equipamento, além de outros também de propriedade de João Lippert. Este equipamento poderia ser a solução para evitar perdas incalculáveis aos agricultores do Rio Grande do Sul.

Com a pandemia da Covid-19 e a ameaça dos gafanhotos, João Lipert esperava que a administração da ULBRA fosse se sensibilizar e agisse corretamente, devolvendo os equipamentos, inclusive este que livraria a agricultura de mais esse desastre. Porém, não foi o que aconteceu!