NOTÍCIAS PARA OS CINCO CONTINENTES

Canoas/RS, 04 de outubro de 2017.

QUEM É:
ADMINISTRAÇÃO DO ABN AMRO BANK NO BRASIL
RONALD JOSÉ REBOREDO SUAREZ
RICARDO LOPEZ
ANTÔNIO CÉSAR O. BASSETTI
ARNILDO SHILDT
DONATO VIGNOLA
FRANCISCO GERVAL GARCIA VIVONE
ROBERTO JUSTINO
NIPUL MAHENDRA

João Lippert é diretor-geral do IESES - Instituto Educacional Sagrado Espírito Santo desde 1998. Uma fundação estrangeira iria suportar as obras do Instituto IESES no Brasil, porém, com o impedimento da implantação da Universidade IESES em Glorinha (veja as matérias da imprensa sobre a universidade), com a extorsão mediante sequestro que sofreu João Lippert em 23 de janeiro de 1999 (leia o relato do sequestro), embargo da Unidade de Ensino IESES Sapucaia do Sul (veja o vídeo das obras em Sapucaia do Sul) (veja o vídeo do embargo da escola), com a destruição da Unidade de Ensino IESES Novo Hamburgo (veja vídeo com voo de helicóptero sobre a escola), impedimento da implantação da Unidade de Ensino IESES Gramado, além de outros boicotes contra o IESES e João Lippert, a fundação que suportaria a implantação do Instituto IESES no Brasil desistiu do negócio, alegando que quando João Lippert conseguisse através da justiça brasileira parar com os crimes contra o Instituto IESES, as negociações voltariam a ser realizadas.

Com isto, João Lippert, no intuito de dar continuidade à implantação do Instituto IESES no Brasil e levantar fundos para tal, João Lippert passou a negociar com bancos emissores de garantias bancárias internacionais com ABN Amro Bank Amsterdam Holding N.V., através do negociador internacional no Uruguai, Ronald José Reboredo Suarez com representação no Brasil através de Antônio César O. Bassetti. O ABN Amro Bank era representado no Brasil pelo Banco ABN Amro Real.


Ronald José Reboredo Suarez - Antônio César O. Bassetti

Ronald José Reboredo Suarez, através da empresa autorizada Caminex de Montevidéu no Uruguai (veja o documento), iniciou no ano de 2000, a negociação para emissão de duas garantias bancárias internacionais no valor de U$ 250 milhões de dólares cada uma, para que com os recursos com o rendimento (juros) da garantia, João Lippert pudesse implantar o IESES no Brasil.

(Veja o contrato assinado entre o Instituto IESES e a Camipark, representante do ABN Amro Bank, através de Ronald José Reboredo Suarez)

(Veja o acordo para emissão das duas garantias bancárias no valor de U$ 250 milhões de dólares cada uma)

Segundo informações do grupo de negociados, compostos por Ronald José Reboredo Suarez, seu advogado Ricardo Lopes (origem espanhola), Antonio César O. Bassetti e seu sócio Isaias Areias (brasileiro), após o Banco ABN Amro Amsterdam Holding N.V. analisar a documentação jurídica do Instituto IESES no Brasil e constatado que a instituição estava devidamente regularizada no Brasil, com base na matrícula de ordem do ensino nº 530, o Banco ABN Amro Amsterdam Holding N.V. emitiu a primeira garantia bancária FH 9418 (veja a garantia). A garantia bancária internacional a favor do beneficiário IESES foi assinada e reconhecida pelo oficial bancário do ABN Amro na época Jan Maarten de Jong.


Ronald José Reboredo Suarez - Ricardo Lopez - Antônio César O. Bassetti - Jan Maarten de Jong

(Veja o termo de declaração de Antônio César O. Bassetti de assessoria ao Instituto IESES)

Na época, o IESES - Instituto Educacional Sagrado Espírito Santo, através de seu diretor geral João Lippert, pagou a Ronald José Reboredo Suarez, a quantia de U$ 71.000,00 (setenta e um mil dólares), para a emissão da garantia bancária.

(Veja o documento de Ronald José Reboredo Suarez confirmando o recebimento de U$ 71 mil dólares)

No final do ano de 2000, o Banco ABN Amro Amsterdam Holding N.V., segundo o negociador Ronald José Reboredo Suarez, o Instituto IESES teria que emitir mais uma garantia bancária internacional, também no valor de U$ 250.000.000,00 (duzentos e cinquenta milhões de dólares). Segundo garantia esta, que recebeu o número FH 1052 (veja a garantia).

Donato Vignola de Genebra na Suíça, autorizado do ABN Amro Bank e coordenador da operação do Instituto IESES, segundo o próprio, requereu valores a ser pagos pelo IESES à ele.

(Veja o documento de Donato Vignola requerendo U$ 65 mil dólares)

Contudo, em uma manobra miraculosa de Ronald José Reboredo Suarez, em cumplicidade com Antonio César O. Bassetti, os mesmos alegaram que para agilizar o recebimento dos recursos para a implantação do Instituto IESES no Brasil, fazia-se necessário entrar no negócio, Francisco Gerval Garcia Vivoni (veja o envolvimento de Francisco Vivone um leilão da Vasp).


Francisco Gerval Vivoni

Na época, Nipul Mahendra e Roberto Justino eram tradutores do Instituto IESES na Europa e Estados Unidos e estavam envolvidos nas negociações com as garantias bancárias em nome do Instituto IESES.


Nipul Mahendra - Roberto Justino

Também na época, através de contrato assinado (Joint Venture), foram determinados os percentuais para cada participante no contrato, em relação aos recursos das garantias bancárias (veja o contrato).

Com base em desacordos em relação aos percentuais do contrato, Antonio César O. Bassetti, Nipul Mahendra e Roberto Justino tentaram assassinar João M. Lippert e seu filho, Robson Ricardo Lippert no Hotel St-James em Genebra na Suíça.


Hotel St- James - João Lippert com funcionário do Hotel

(Veja o documento do IESES afastando Antônio César O. Bassetti e Francisco Gerval Garcia Vivone das negociações do Instituto IESES)

Após esta tentativa de homicídio, todos os negociadores afastaram-se do Instituto IESES. Com isto, o negociador da ULBRA Universidade Luterana do Brasil, Arnildo Shildt, propôs-se a acompanhar o diretor geral do IESES, João Lippert em Amsterdam na Holanda, para assessorar, traduzir e verificar toda a documentação em relação às garantias bancárias do Instituto IESES. Assim, segundo Arnildo Shildt, os recursos destinados ao Instituto IESES em relação às garantias bancárias, haviam sido recebidos pela Ulbra.


Arnildo Shildt

Antônio César O. Bassetti é suspeito, segundo informações de Ademar Café, de ter recebido da ULBRA, através de seus reitores na época, cerca de R$ 400 mil reais para infiltrar a ULBRA nas operações bancárias do Instituto IESES. Recebidos tais recursos, Antônio César O. Bassetti foi com sua família para um veraneio em Orlando nos EUA e por cerca de um mês, João Lippert e Robson Lippert ficaram em Genebra no Hotel St-James, sem conseguir contato com Antônio César O. Bassetti, pagando cerca de U$ 100 dólares por dia, aguardando a conclusão das operações junto ao ABN Amro Bank, que nunca aconteceu.


Antônio César O. Bassetti

Observa-se que em 2001, Ronald José Reboredo Suarez foi preso pela Polícia do Uruguai, após denúncia de João Lippert contra Reboredo por lavagem de dinheiro e outros crimes. Ronald José Reboredo Suarez ficou detido por 24hs e só foi liberado após prestar depoimento e após e provar a legalidade das operações financeiras.

Em documento, Ronald José Reboredo Suarez ainda alegou que haviam pessoas mal intencionadas se beneficiando do IESES, como ABN Amro Real (veja o documento).

Após estar de volta ao Brasil, João Lippert e o Instituto IESES ingressaram com processo contra o Banco ABN, onde quem atuou foi o advogado Pedro da Silva Reis. Também misteriosamente, sem qualquer esclarecimento, tal advogado perdeu prazos no processo e não apresentou documentações, e com isto, o Instituto IESES perdeu o processo, causando danos morais e financeiros, razão pela qual o advogado foi denunciado a OAB Sucursal de Canoas em 31 de maio de 2007.


Pedro da Silva Reis

Ainda com base nas informações de que a ULBRA teria recebido recursos que deveriam ser destinado ao IESES, no ano de 2006, João Lippert denunciou a ULBRA e os reitores na época, Ruben Eugen Becker, Leandro Eugênio Becker e Pedro Menegat à Receita Federal (veja o documento). Foi com base nesta denúncia, que começaram as investigações em relação à ULBRA e sua administração, que resultou na saída dos reitores da instituição e penhora de bens dos mesmos e da universidade, que hoje tem, inclusive, hospitais administrados por outras empresas.

(Veja as matérias do indiciamento de Ruben Eugen Becker)
(Veja as matérias do indiciamento de Leandro Eugênio Becker)
(Veja as matérias do indiciamento de Pedro Menegat)

Deste modo, todas as negociações com garantias bancárias para a implantação do IESES Instituto Educacional Sagrado Espírito Santo, resultaram em um grande golpe aplicado contra o Instituto IESES, que nunca recebeu nenhum recurso que teria direito.