NOTÍCIAS PARA OS CINCO CONTINENTES

COLLAZIOL SCOTTÁ

Collaziol Scottá, administrador da Rádio CS FM com sede na Avenida Boqueirão em Canoas/RS, disse para o repórter João Lippert e para Dionéia Rodolfo da Rosa, na presença da esposa de Collaziol, que João Lippert tinha sido preso e por isto não teria espaço na Rádio CS FM (clique aqui para acessar o site da rádio).

Collaziol Scottá também teria dito a algumas pessoas via telefone ou pessoalmente, que João Lippert era um homem muito “sujo” com a justiça, que era “mais sujo que pau de galinheiro”.

Assim, Collaziol Scottá deverá prestar esclarecimentos à justiça da onde obteve tal informação, que é falsa.

João Lippert nunca foi preso, é repórter internacional desde 1969, quando trabalhou no Jornal de Portugal em São Paulo.

Quem pode ter passado tal informação falsa a Collaziol Scottá, pode ter sido o ex-advogado da ULBRA Domingos Moreira Góes, o homem que sequestrou o repórter João Lippert em 1999 Tirone Lemos Michelin, ou ainda o advogado em Gramado Pedro da Silva Reis.

Collaziol é suspeito de ter passado esta falsa informação de que João Lippert já tinha sido preso e também ter dito que João Lippert é "mais sujo que pau de galinheiro" para Laureni Martins dos Santos, Lair Scheffer e mãe das mesmas, bem como para Valéria Goulart Zefino, Daniel dos Santos Zefino e Cristiano Ferreira.

TIRANDO A LIMPO: Hoje, diretores e acionistas da Televisão TVS querem que através da justiça, Collaziol preste esclarecimentos em relação a este caso.

COLLAZIOL SCOTTÁ E SUA ESPOSA, ASSIM COMO OS DEMAIS ENVOLVIDOS NESTA PUBLICAÇÃO, DEVERÃO PRESTAR ESCLARECIMENTOS À JUSTIÇA!