NOTÍCIAS PARA OS CINCO CONTINENTES

Canoas/RS, 03 de outubro de 2017.

QUEM É ELIZON D'AQUINO COSTA

Cerca de um ano antes de ingressar na ULBRA - Universidade Luterana do Brasil comm pesquisador nas áreas humana e veterinária (veja os vídeos), João Lippert fez sociedade com os advogados Elizon D'Aquino Costa e Augusto César Cardoso no Laboratório Auxiliadora em Porto Alegre. Laboratório para produzir e comercializar produtos derivados das abelhas, que João Lippert tinha desenvolvido na Fazenda Itacolomi em Gravataí.

Como as vendas iam muito bem, os advogados perceberam que o negócio tinha potencial e decidiram tirar João Lippert na sociedade, para que os advogados ganhassem mais. Para tal, os advogados criavam muitas dificuldade e confusões na administração do laboratório, para incentivar João Lippert a não querer mais fazer parte da sociedade.

Assim, os advogados Elizon D'Aquino Costa e Augusto César Cardoso propuseram a João Lippert deixar a sociedade e ser apenas o técnico responsável e fornecedor de matéria-prima purificada dos derivados das abelhas, como o veneno da abelha (apitoxina).

Com tantas confusões que ocorriam na administração do laboratório, João Lippert aceitou a proposta. Porém, os advogados passaram a comprar matéria-prima de outros fornecedores não regulamentos e mesmo assim, colocavam o nome de João Lippert como técnico responsável.

João Lippert então denunciou o caso à RBS TV na época, que fez matéria no Laboratório Auxiliadora e constaram que os produtos eram mal armazenados e em locais indevidos, sem estarem aptos para uso, estando o próprio laboratório sem condição de higiene para produção do produtos naturais. (Clique aqui e assista a matéria da RBS TV)