NOTÍCIAS PARA OS CINCO CONTINENTES

Canoas/RS, 03 de outubro de 2017.

QUEM É FERNANDO VASCONCELOS CONRADO

Fernando Vasconcelos Conrado é advogado (OAB/RS 53927) e filho da ex-delegada Helenita Vasconcelos Conrado. Fernando Vasconcelos Conrado foi advogado do IESES - Instituto Educacional Sagrado Espírito Santo, em atenção a um pedido especial de Flávio Comparsse Conrado, pai do mesmo, que era delegado e amigo pessoal de João Lippert.

(Veja o currículo de Fernando Vasconcelos Conrado entregue pelo próprio a João Lippert)
(Veja o contrato de honorários advocatícios de Fernando Vasconcelos Conrado)

Fernando Vasconcelos Conrado também acompanhou João Lippert em depoimento na 3ª Delegacia de Polícia Civil de Canoas no ano de 2003.

No ano de 2002, Fernando Vasconcelos Conrado, como advogado do IESES, viajou com João Lippert e seu filho com Robson Lippert e com Arnildo Shildt, encarregado de verfidicar as operações internacionais do IESES, para Amsterdam na Holanda, onde Fernando formatou denúncia contra o ABN Amro Bank, ingressando com tal na denúncia na Polícia Federal do aeroporto, local errado para tal, acarretando o arquivamento da denúncia. Todas as despesas de passagens aéreas e estadia do advogado foram suportadas por João Lippert, através de um colaborador do IESES.

Ainda em relação a isto, no retorno ao Brasil, ainda no aeroporto de Amsterdam, Fernando Vasconcelos Conrado comprou um maço de cigarros de maconha, e sem avisar, colocou na mala de mão de Robson Lippert. Por sorte, sntes de embarcar, Robson Lippert abriu a mala de mão para pegar algo e se deparou com o maço de cigarros. Naquele momento houve uma discussão entre João Lippert, Robson Lippert e Fernando Vasconcelos Conrado. João Lippert disse que ou o advogado devolvia o produto ou o mesmo levava por sua conta e risco. Fernando Vasconcelos tentou argumentar que não poderia devolver por que havia comprado com cartão de crédito de sua mãe, Helenita Vasconcelos Conrado, mas acabou por devolver o maço de cigarros de maconha.

Com tal atitude, suspeita-se que Fernando Vasconcelos Conrado tenha agido de tal forma para prejudicar João Lippert e Robson Lippert, já que embora seja legalizada na Holanda, no Brasil a maconha é ilegal. Se ao chegar no Brasil, o maço de cigarros de maconha fosse descoberto na mala de mão de Robson Lippert, o mesmo certamente seria preso e não o advogado Fernando Vasconcelos Conrado.