Notícia do dia 14 de março de 2024
NOTÍCIA FIXA

OS ESPECIALISTAS EM FAZER COISAS ERRADAS

Estes homens - Ruben Eugen Becker, Leandro Eugênio Becker e Pedro Menegat, mais conhecidos como ex-reitores da Universidade Ulbra - este homens destruíram minha vida, me sequestraram, me ameaçaram, me perseguiram, me ofenderam e me difamaram, destruiram minhas escolas do IESES - Instituto Educacional Sagrado Espírito Santo.

E para estes atos criminosos, os mesmos contataram com vários cúmplices que seguem fotos abaixo.


CLIQUE EM CADA FOTO PARA SABER O QUE CADA PESSOA FEZ CONTRA JOÃO LIPPERT


Notícia do dia 18 de maio de 2024

PROCURA-SE

A Televisão TVS procura endereço e telefone ou paradeiro de Ruben Eugen Becker (ex-reitor da Ulbra), Domingos Moreira Góes (ex-advogado da Ulbra) e Tirone Lemos Michelin (ex-funcionário da Ulbra que me sequestrou).

O objetivo de encontrá-los é para fins de que os mesmos prestem esclarecimentos à justiça.

EDITANDO


Notícia do dia 24 de abril de 2024
(atualização em 04/05/2024)

NÃO É POSSÍVEL QUE OS ADMINISTRADORES E REITORES DA ULBRA FALIRAM A UNIVERSIDADE

Com a quebra e falência da Ulbra - Universidade Luterana do Brasil, Elon Musk poderá financiar laboratórios apícolas para produção de produtos naturais como coleta do veneno da abelha (apitoxina) que pode ser utilizada como anestesiante para uso odonto, além da própolis, do mel, da geléia real, do polén e outros produtos.

Diz João Lippert, ex-pesquisador universitário: "Elon Musk poderá colonizar Marte, além de colonizar outros planetas em nosso Sistema Solar ou fora dele. Entretanto, Musk deverá colonizar simultaneamente com os humanos, as ABELHAS, para coletarem o mel, a própolis, a cera, o pólen e a apitoxina (veneno da abelha), que poderá ser utilizado como anestesiante para uso odonto e outras dores do corpo, com gel à base de própolis e apitoxina, além de tratar a esclerose múltipla."


Notícia do dia 19 de abril de 2024

QUEM FOI O INTELIGENTE QUE FEZ ISSO?

Em 2008 foi determinado pela justiça para minha pessoa realizar uma perícia médica no Instituto Psiquiátrico Forense em Porto Alegre, por requerimento da promotora pública Fernanda Rutkke Dillenburg e determinação do juiz Paulo de Tarso, do qual segundo terceiros seria amigo pessoal dos na época reitores da Ulbra.

CLIQUE PARA VER O LAUDO

Não admitiam que o IESES fosse implantado no Brasil. Em razão disso fui sequestrado. Em razão do sequestro que sofri e o impedimento da implantação das escolas do IESES no Brasil, quero saber quem solicitou à promotora pública esta perícia médica psiquiátrica de minha pessoa.

Falaram tanto, mandaram tanto, que hoje quero saber quem determinou que minha pessoa realizasse perícia médica no Instituto Psiquiátrico Forense em Porto Alegre.

Foi Ruben Eugen Becker? Leandro Eugênio Becker? Pedro Menegat? Domingos Moreira Góes? Tirone Lemos Michelin (o homem que me sequestrou)? João Rosado Maldonado? Foi outra pessoa da antiga administração Ulbra? Ou teria sido um membro do próprio Instituto IESES como Clóvis Voese ou José Luís Lippert da Silva? Ou ainda teriam sido meus ex-sócios Elizon D'Aquino Costa e Augusto César Cardoso? Por fim, não teria sido o meu sobrinho Francisco Lippert (para o qual eu emprestei uma televisão e o mesmo, ao invés de me devolver, vendeu a televisão segundo o próprio a pedido de um pastor evangélico do qual quero saber o nome)?


Através da Televisão TVS, pretendo saber o endereço ou paradeiro de cada uma destas pessoas.

É oportuno lembrar que a defensora pública Ivanise Maciel Deckmann que me fez o comunicado e de maneira bem grosseira de que eu teria que ir no Instituto Psiquiátrico Forense, por ser da Defensoria Pública de Canoas não podia me acompanhar na perícia em Porto Alegre e o advogado de Porto Alegre determinado pelo juiz para isto, não compareceu na perícia médica.

Meus advogados já estão providenciando ingressar na justiça conta a nova Ulbra e contra todos que me prejudicaram e estão com seus nomes e fotos publicados nesta página de notícia. Tais pessoas são suspeitas de envolvimento com o sequestro de minha pessoa e outros crimes que sofri e que minha família também sofreu. Um dos grandes parceiros da Ulbra era Domingos Moreria Góes e mais três advogados da Feevale, que fizeram reunião com minha pessoa em Novo Hamburgo no escritório dos advogados, onde os mesmos exigiram que a obra do Instituto IESES em Novo Hamburgo fosse paralisada em até 12hs. Como não o fiz, a escola foi totalmente destruída.

QUE ABSURDO. OS LUTERANOS NÃO TEM MAIS A
ULBRA - UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL.
TAMBÉM ESCOLHERAM UM REITOR QUE TEM DOIS FILHOS
COM O MESMO NOME: LEANDRO.
SÓ QUE FILHOS DE MÃES DIFERENTES E UM NÃO ASSUMIDO PELO PAI.


Contudo tenho um pedido ao nosso público: acompanhem os vídeos dos covers musicais gravados por minha pessoa João Lippert e Bruna Dartora.
Todas as sextas-feiras às 18hs tem música nova.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR



Notícia do dia 22 de março de 2024
(atualização em 26/03/2024)

NOVA AMEAÇA

Minha pessoa, João Lippert, e minha família estamos sendo ameaçados via Internet.A ameaça: “Tirem essas pessoas da sua companhia antes que outras coisas piores aconteçam.”Suspeitos desta ameaça: Tirone Lemos Michelin (homem que já me sequestrou), Domingos Moreira Góes (que acompanhou Michelin no sequestro), Ruben Eugen Becker, Leandro Eugênio Becker e Pedro Menegat (mandantes do sequestro), João Rosado Maldonado, Jânio Pires, três advogados da Feevale de 1999 e Ulbra.


Os senhores terão que prestar esclarecimentos à justiça em relação à esta ameaça.Que tipo de ato os senhores fariam contra nós?Os senhores destruíram as escolas IESES, crime do qual também deverão prestar esclarecimentos à justiça.

Processo está em uma das comarcas no Rio Grande do Sul.


Notícia do dia 18 de março de 2024

EU TROPICO MAS NÃO CAIO

Advogados da Televisão TVS vão ingressar na justiça contra a Ulbra e seus ex-reitores Ruben Eugen Becker, Leandro Eugênio Becker e Pedro Menegat pelo impedimento e destruição das escolas do IESES - Instituto Educacional Sagrado Espírito Santo.Ex-reitor da Feevale Lauro Tisher e três advogados da universidade, além do advogado Domingos Moreira Góes estão envolvidos no impedimento da implantação do IESES no Brasil. Também está envolvido o sequestrador Tirone Lemos Michelin, que me sequestrou em 23 de janeiro de 1999 e segundo o próprio, a mando dos na época reitores da Ulbra, para impedir a implantação do Instituto IESES.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

COMUNICADO AOS ALUNOS DAS UNIVERSIDADES ULBRA E DA FEEVALE

Eu, João Lippert, sugiro aos alunos da Universidade Ulbra e da Universidade Feevale, buscarem uma outra instituição de ensino para completarem seus estudos e formação acadêmica. A Ulbra e a Feevale, através de seus ex-reitores, impediram que minha instituição fosse implantada no Rio Grande do Sul e no Brasil: IESES - Instituto Educacional Sagrado Espírito Santo.Entendo que instituições de ensino não devem agir contra o ensino ou contra outra instituição de ensino.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Contudo, este pessoal que era da Ulbra e Feevale convenceram até mesmo o meu sobrinho José Luís Lippert da Silva, que eu tanto ajudei na vida, a falar contra minha pessoa na justiça. José Luís bem como seu irmão, Francisco, deverão prestar esclarecimentos na justiça.

Não me prejudicaram somente intervindo na minha instituição IESES, mas também na justiça, onde autoridades competentes para tal não investigaram o crime de sequestro que sofri e denunciei na justiça e ainda me condenaram injustamente por ter feito a denúncia do sequestro que sofri. Fato que estou resolvendo na justiça.


Notícia do dia 10 de março de 2024

Os Apaixonados



Notícia do dia 09 de março de 2024

O FIM DA HUMANIDADE
UM DIA SERÁ ASSIM

PARA QUÊ TANTAS DESAVENÇAS?

 
 

 


Notícia do dia 01 de março de 2024

A QUADRILHA DA ULBRA

O sequestrador Tirone Lemos Michelin é suspeito de ter recebido cerca de R$ 2 milhões de reais para me sequestrar. Crime cometido em 23 de janeiro de 1999.

Juíza Patrícia Krebs Tonet, advogado Domingos Moreira Góes, três advogados da Feevale, além de outras pessoas e até mesmo algumas autoridades do Judiciário, são suspeitas de terem recebido altos valores para darem cobertura ao crime de sequestro para que o crime nunca fosse investigado, bem como para impedir a implantação do IESES - Instituto Educacional Sagrado Espírito Santo no Brasil.

O empreiteiro que era responsável pela construção das escolas do IESES, Edson Carpa, é suspeito de ter recebido cerca de R$ 100 mil reais e está desaparecido desde o sequestro que sofri em 1999.

Também é suspeito de estar envolvido no crime de sequestro, o empresário paulista Antônio César Bassetti. Tal senhor levou-me para Montevidéu no Uruguai e negociou garantias bancárias em nome do Instituto IESES no valor de cerca de R$ 400 milhões de dólares no ABN Amro Bank. Os recursos que deveriam ser destinados ao IESES para implantação das escolas, nunca foram recebidos pela instituição.

Até que se prove ao contrário, os recursos teriam sido recebidos pela Universidade Ulbra e seus reitores na época, Ruben Eugen Becker, Leandro Eugênio Becker e Pedro Menegat, bem como pela Universidade Feevale e seu reitor na época, Lauro Tisher.

Os Federais tinham razão, Ruben Eugen Becker era o chefe da quadrilha.


Notícia do dia 22 de fevereiro de 2024

A MAÇONARIA E
OS EX-REITORES DA ULBRA

SEGUNDO TIRONE LEMOS MICHELIN, O HOMEM QUE SEQUESTROU MINHA PESSOA, OS NA ÉPOCA REITORES DA ULBRA E MANDANTES DO SEQUESTRO, SEGUNDO MICHELIN ELES ERAM MEMBROS DA MAÇONARIA.

SAIBA MAIS SOBRE A MAÇONARIA
ASSISTA AOS VÍDEOS COM LINKS ABAIXO


TAMBÉM ACREDITA-SE QUE FAZ PARTE DA MAÇONARIA, OS ADVOGADOS DOMINGOS MOREIRA GÓES E ELIZON D'AQUINO COSTA.

EM RELAÇÃO AO SEQUESTRO QUE SOFRI, COMETIDO POR TIRONE LEMOS MICHELIN, O CRIME NUNCA FOI INVESTIGADO APESAR DE MINHA DENÚNCIA.


Notícia do dia 18 de fevereiro de 2024

POR QUE DENUNCIEI OS NA ÉPOCA REITORES DA ULBRA NA RECEITA FEDERAL?

Por suspeita de os mesmos terem se beneficiado de recursos financeiros que deveriam ter sido destinados ao IESES – Instituto Educacional Sagrado Espírito Santo. Portanto, suspeita de crime financeiro.

CLIQUE AQUI E VEJA A DENÚNCIA FEITA À RECEITA FEDERAL

Por qual valor o meu sobrinho José Luís Lippert da Silva, acionista do IESES, e o ex-acionista do IESES, advogado Clóvis Voese, por qual valor os mesmos, aceitando serem corruptos, podem ter se vendido para a Ulbra e para os seus reitores na época? Ambos terão que esclarecer na justiça.


Notícia do dia 07 de fevereiro de 2024

O CRIME DE SEQUESTRO ACONTECEU PORQUE OS EX-REITORES DA ULBRA NÃO ADMITIAM TER MAIS UMA CONCORRÊNCIA NA ÁREA DO ENSINO
- O CONCORRENTE: INSTITUTO IESES -

Como cidadão brasileiro, quero que esta juíza que não foi capaz de investigar o crime de sequestro que sofri em 23 de janeiro de 1999 e ainda condenou-me injustamente, quero que a juíza seja afastada do Judiciário e não mais atue no Judiciário no Brasil.Quero que esta juíza não se beneficie mais com o salário que vem dos impostos pagos pelos brasileiros, inclusive minha pessoa. Até porque se a juíza recebe para fazer justiça e não faz, considero isso uma forma de estelionato.


Notícia do dia 26 de janeiro de 2024

VERGONHOSO

Quem é o homem no Brasil que é pai de um filho bastardo?
Um filho não reconhecido pelo pai.

IR PARA PÁGINA 02 DE NOTÍCIAS ->